O VIA - Institute on Character e a Psicologia Positiva


O VIA – Institute on Character, é uma organização sem fins lucrativos que desenvolve na área da psicologia positiva uma investigação relacionada com os pontos fortes do carácter humano. Dá apoio a investigadores e a outros profissionais, como educadores, terapeutas, gestores, diretores, que procuram desenvolver o seu trabalho neste âmbito.

Em 1998, Martin Seligman, psicólogo e professor da universidade da Pensilvânia e, naquele ano, presidente da American Psychological Association, percebeu que até então, no campo da psicologia existia um desequilíbrio que pendia para a doença, as perturbações, os conflitos, os problemas em geral. E pretendeu corrigir esse desequilíbrio dando mais atenção ao que era positivo.

Neal Mayerson, psicólogo e filantropo em Cincinatti interessou-se pelo trabalho de Martin Seligman e procurou colaborar com ele nesta área. Em 1999 cria o Values in Action Institute (que originou o VIA), um projeto que procurava recuperar e partilhar os conhecimentos e informações existentes relacionados com as características universais da personalidade que pudessem relacionar todos os seres humanos e classificar o que de melhor tinham.

Um grupo 55 cientistas e investigadores sob a direção de Martin Seligman, que acabou por ser considerado o “pai” da psicologia positiva, e Christopher Peterson, psicólogo e professor da universidade de Michigan, identificaram 6 virtudes universais – sabedoria, coragem, humanidade, justiça, temperança e transcendência – de onde emergiram os 24 pontos fortes que constituem agora a base de investigação do VIA.

Cada indivíduo possui todos os 24 pontos fortes de carácter em diferentes graus, dando a cada pessoa um perfil de personalidade único. Esta classificação permite que os profissionais que utilizam a psicologia positiva e especificamente os pontos fortes de personalidade tenham um conjunto de materiais estandardizados com uma linguagem comum que é acessível a todos.

É uma ferramenta que potencia o autoconhecimento, pois conhecendo os seus pontos fortes, cada um pode procurar aperfeiçoar diferentes aspetos no seu dia-a-dia e a relação com aqueles com quem convive regularmente – família, amigos ou colegas. A investigação aponta para que aqueles que desenvolvem os seus pontos fortes têm 18 vezes mais probabilidade de ser bem-sucedidos.

Recentemente publicado, o livro “Character Strenghts Interventions”, de Ryan M. Niemiec, um dos diretores do VIA, apresenta-se como um guia para aqueles que utilizam esta base na sua atividade profissional. É acompanhado das "Character Strenghts Intervention Cards", ambos disponíveis na Editora Hogrefe, através da nossa loja online.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Escreva o que pretende e carregue na lupa para pesquisar