As perturbações de ansiedade



A ansiedade é uma reação normal a uma situação ou a um fator de stress real ou imaginário, no entanto, as perturbações da ansiedade são uma resposta anormal ou exagerada à ansiedade e que afetam negativamente a saúde física, o bem-estar psicológico e o funcionamento cognitivo e social. De seguida descrevemos de forma breve algumas das perturbações incluídas neste grupo.


Perturbações da ansiedade social

O medo intenso e persistente de crítica e rejeição caracterizam as perturbações de ansiedade social, também conhecidas como fobia social. As pessoas que sofrem com esta perturbação experimentam a ansiedade em resposta à possibilidade ou à ideia de uma avaliação ou escrutínio negativo e, consequentemente, evitam situações em que são suscetíveis de ser observadas por outros, procurando precisamente evitar o que tanto receiam. Indicamos algumas situações temidas por quem sofre com esta perturbação (2008, M. Anthony, Rowa, pág.1):
  • Conversas
  • Conhecer novas pessoas
  • Telefonar a conhecidos ou a desconhecidos
  • Festas
  • Falar com figuras de autoridade
  • Expressar uma opinião ou desacordo controverso
  • Ser assertivo
  • Falar em frente de um grupo
  • Participar em reuniões
  • Entrar numa sala cheia de gente
  • Ser o centro das atenções
  • Comer ou beber em frente de outros
  • Escrever em frente de outros
  • Cometer erros à frente de outros


Ataques de pânico e agorafobia

Os ataques de pânico são diagnosticados quando os mesmos se tornam regulares, ainda que imprevisíveis e o indivíduo tem pelo menos um mês de preocupação e receio de ter ataques de pânico adicionais ou de sentir que está a enlouquecer, a perder o controlo ou a ter um ataque cardíaco. A agorafobia é diagnosticada quando existe um medo ou ansiedade acentuado em duas ou mais de cinco situações bastante específicas: 
  1. Utilizar transportes públicos,
  2. Estar em espaços abertos,
  3. Estar em espaços fechados,
  4. Estar em fila ou em multidão,
  5. Estar fora de casa sozinho.


Perturbações generalizadas da ansiedade

Algumas pessoas são caracteristicamente mais ansiosas, têm uma sensação de apreensão e sentem uma estimulação fisiológica numa variedade de situações diferentes. A principal diferença entre este diagnóstico e a ansiedade «regular» é que a preocupação é excessiva e difícil de controlar. 

As preocupações não estão concentradas numa situação, mas estendem-se a uma série de eventos. Estes indivíduos recebem frequentemente um diagnóstico de perturbação generalizada de ansiedade que requer que esta ansiedade ou preocupação excessiva ocorra pelo menos durante a maioria dos dias durante seis meses. Além disso, pelo menos três dos seis sintomas seguintes devem estar presentes: agitação, fadiga, dificuldade de concentração, irritabilidade, tensão muscular ou perturbação do sono.


Publicações úteis

Para saber mais sobre as perturbações de ansiedade, aconselhamos alguns títulos que podem ser adquiridos pela loja online da nossa editora.
  • Agorafobia e transtorno de pânico (link)
  • Social Anxiety Disorder (link)
  • Generalized Anxiety Disorder (link)
  • Hypochondriasis and Health Anxiety (link)
  • Phobic and Anxiety Disorders in Children and Adolescents (link)


Bibliografia

American Psychological Association. (2014). DSM 5 - Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, Climepsi Editores.
Marker, C. D., & Aylward, A. G. (2012). Generalized Anxiety Disorder, Hogrefe Publishing.
Antony, M. M., & Rowa, K. (2008). Social Anxiety Disorder, Hogrefe Publishing.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Escreva o que pretende e carregue na lupa para pesquisar