A representação das perturbações de personalidade no cinema


As pessoas com perturbações de personalidade apresentam padrões de comportamento persistentes, generalizados e inflexíveis, que se desviam marcadamente das expectativas da sociedade. O seu comportamento parece estranho, invulgar ou peculiar à maioria das outras pessoas. No entanto, para o indivíduo, a experiência está tão enraizada que é egossintónica, não os incomoda, uma vez que aprenderam a sentir-se confortáveis com a sua própria patologia.

Neste artigo, a partir do trabalho de Niemiec e Wedding, exemplificamos através do cinema as diferentes perturbações de personalidade. (1)


Personalidade Paranoica

As pessoas com uma personalidade paranoica vivem isoladas e desconfiadas. Estão convencidas de que outros estão a falar deles nas suas costas ou a conspirar contra eles. Os comportamentos dos outros são cuidadosamente escrutinados, tentando provar que existe uma intenção de prejudicar. As inquietações da amizade ou a boa vontade demostrada por outras pessoas são rejeitadas como gestos manipuladores ou partes de uma conspiração.

Eu, Robot (EUA, 2004) 



Personalidade Esquizoide

O indivíduo com uma personalidade esquizoide tem pouco interesse e evita até manter relações interpessoais estreitas. É provável que seja descrito como um solitário que não tem laços significativos com uma família, comunidade, ou sistema de valores. É pouco provável que estes indivíduos demonstrem emoções fortes ou ternura para com os outros, parecendo apáticos, difusos e indiferentes. Na maioria das vezes têm pouco ou nenhum interesse em encontros sexuais e poucos casam.

O Barbeiro (EUA, 2001) 



Personalidade Esquizotípica

As pessoas com personalidade esquizotípica têm características de «esquizofrenia», mas normalmente não satisfazem os critérios de diagnóstico da esquizofrenia. Têm crenças, pensamentos e/ou são possuidoras de crenças estranhas ou peculiares. São frequentemente muito supersticiosas, têm experiências percetivas pouco habituais, suspeitam e são paranoicas.

Charlie e a Fábrica de Chocolate (EUA, 2005) 



Personalidade Antissocial

Pessoas com personalidade antissocial infringem a lei, podem ser fisicamente agressivas e manifestam comportamentos como: manipular os outros, mentir, correr riscos sem sentido e ter pouco ou nenhum sentimento de remorso ou de culpa sobre as consequências do seu comportamento. Os indivíduos com perturbação de personalidade antissocial têm dificuldade em aprender com os seus erros e encontram-se a lidar com os mesmos problemas legais e interpessoais ao longo das suas vidas.

Este País Não É Para Velhos (EUA, 2007) 



Personalidade Limítrofe - Borderline

O distúrbio de personalidade limítrofe - Borderline é caracterizado por relações interpessoais instáveis, mas intensas, humor bílis, comportamento impulsivo, e emoções erráticas. Estes indivíduos irritam-se facilmente, mas a sua raiva pode passar tão rapidamente como uma tempestade de Verão, não deixando qualquer sinal da sua presença recente. O medo do abandono é uma característica patognomónica destas perturbações de personalidade.

Margot e o Casamento (EUA, 2007) 



Personalidade Histriónica

A característica que define a personalidade histriónica é um comportamento de procura dramática de atenção. Estes indivíduos são egocêntricos e preocupados com a sua aparência. Sentem-se desconfortáveis em qualquer situação em que não estejam «no centro das atenções», e podem rapidamente ligar ou desligar as suas emoções. Sentem-se ressentidos com a atenção direcionada para os outros e muitas vezes envolvem um comportamento excessivo para que o foco da atenção seja redirecionado para si próprios.

Blue Jasmine (EUA, 2013) 



Personalidade Narcisista

As pessoas com uma personalidade narcisista têm uma necessidade intensiva de admiração, são frequentemente egocêntricas, e têm um sentido exagerado da sua própria importância. Podem passar muito tempo a fantasiar com o sucesso ou com o poder. Sentem-se intitulados a um tratamento especial e esperam que outros cumpram automaticamente as suas expectativas, o que muitas vezes os leva a parecer presunçosos e pretensiosos.

O Repórter: A Lenda de Ron Burgundy (EUA, 2004) 



Personalidade Evitante

As pessoas com perturbação de personalidade evitante têm um medo tremendo de serem expostas como inadequadas e inferiores. São hipersensíveis à crítica e moldam as suas vidas em torno do medo de rejeição e desaprovação. Evitam geralmente as relações íntimas, convencidas de que seriam ridicularizadas como amantes inadequados. Consideram o mundo (e especialmente as relações interpessoais e as interações) como inseguro e ameaçador. Diminuem a autoestima e descrevem-se como ineptos, incompetentes e inferiores.

Descobrir Forrester (EUA, 2000) 



Personalidade Dependente

As pessoas com perturbação de personalidade dependente têm extrema dificuldade em tomar decisões. São submissas e procuram nos outros a estrutura, o significado e a direção das suas vidas. Tendem a ser passivas e apegadas. Estas pessoas carecem de capacidade de afirmação e submetem-se à vontade dos outros. Por vezes sujeitam-se ao abuso verbal, físico, ou sexual pelos seus cônjuges e outros.

A Flor do Mal (EUA, 2002) 



Personalidade Obsessivo-Compulsiva

Uma pessoa com perturbação de personalidade obsessiva-compulsiva tem traços de personalidade duradouros, inflexíveis e mal-adaptados que envolvem perfeccionismo, ordenação, e uma necessidade excessiva de controlo. Exibem uma atenção exigente aos detalhes e podem dedicar muito tempo a fazer listas e planos. Toda a energia psicológica é gasta numa tentativa fútil de alcançar um sentido de controlo sobre as exigências da vida.

A Caixa do Luar (EUA, 1996) 



Caso queira saber mais sobre as perturbações de personalidade, pode consultar as nossas publicações As perturbações da personalidade e Perturbação de personalidade borderline.

O Grupo Hogrefe tem publicados alguns títulos que podem ser adquiridos pela loja online da nossa editora:


Bibliografia

Wedding, D., & Niemiec, R. M. (2014). Movies and Mental Ilness - Using Films to Understand Psychopathology, Hogrefe & Huber Publishers.
American Psychological Association. (2014). DSM 5 - Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, Climepsi Editores.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Escreva o que pretende e carregue na lupa para pesquisar